23 de setembro de 2009

Limpeza de Salão no Clube de Xadrez!

Isso aí! O blog começou bem!
Para quem ainda não conhece o Clube de Xadrez (www.clubedexadrez.com.br) é um dos sites, se não o melhor Site sobre o tema no Brasil, engloba notícias, regionais, estaduais, nacionais e mundiais sobre tudo que acontece envolvendo o xadrez, além de estudos, loja virtual e muito mais (vale a pena conferir). Ver o blog citado em um portal desses é de imensurável satisfação para mim.
Deixo aqui os meus agradecimentos ao grande Gerson Batista, um dos principais "propagadores" do xadrez no país, que é o editor do Clube de Xadrez. E também aos que leram o poema, sobretudo aos que comentaram fica aqui um grande abraço!

P.S.: Gostaria de ressaltar, por uma questão de esclarecimento, este blog não se destina unicamente ao Xadrez.

22 de setembro de 2009

O Xadrez para mim.



O Xadrez para mim é como
A lógica para a inteligência
A verdade para a coerência
O arco-íris que a chuva faz.

O Xadrez para mim é como
As cinzas onde a fênix renasce
Um creme hidratante para a face
É como o elixir para os imortais.

O Xadrez para mim é como
A aeronáutica para o brigadeiro
Os Estados Unidos para o mundo inteiro
Jóia rara, a qual não se fabrica mais.

O Xadrez para mim é como
O Ronaldo para o futebol
Bruno Souza para o Handebol
É como um filho para os seus pais.

O Xadrez para mim é como
A água para o copo
É a urna do meu voto
A carta que o mensageiro trás.

O Xadrez para mim é como
O Ash Ketchium para o Pikachu
É como Curitiba para a região Sul
O habitat dos animais.

O Xadrez para mim é como
A presidência para o Lula
A comida para a gula
O tempo para o fulgaz.

O Xadrez para mim é como
A inglesa para o Sunye
É como a Globo para a TV
A fotossíntese para os vegetais.

O Xadrez para mim é como
O grão que o agricultor semeia
O sangue que corre na veia
É como a pomba que simboliza a paz.

O Xadrez para mim é como
O amarelo para Van Gogh
É como você para o meu BLOG
É como a vida para os mortais.

O Xadrez para mim é como
O Xadrez para o Kasparov
É a arte que me envolve
É a luta que me satisfaz.





Ueeeba! Vai ter Teatro na Unipar!




Já assisti a Peça e recomendo! Sobretudo aos homens que ainda não assistiram, eu já aprendi a lição.

20h30 | Teatro Neiva Pavan | Censura 15 anos | Entrada Franca | Retirar Ingressos na Sede da Unipar

Van Gogh e o Amarelo



Empolgação em escrever, espero que esta dure mais que uma semana.
Ontem, talvez tenha sido a aula de Estética e História das Artes que mais gostei, desde o início do curso (fazem apenas 8 meses, rs), a Professora Wanda nos passou um vídeo sobre Vincent Van Gogh, ícone do Impressionismo e precursor do Expressionismo, um indivíduo que sofreu a vida inteira e só teve seu trabalho reconhecido quando já não mais estava entre nós. Depois a professora fez algumas complementações e nos pediu para fazer uma resenha, mas isso não vem ao caso.
O fato é que, uma coisa que me fez pensar antes de dormir, era a paixão que este artista tinha pelo amarelo e o porquê disso, e cogitei a idéia que o amarelo é a cor das melhores coisas do mundo, vejamos:
- O Sol (indiscutível)
- O ouro ($)
- O queijo ( o melhor prato para os vegetarianos não veganos, né Mih?)
- A manteiga ( no café da manhã, hmmmm!)
- A lapiseira Pentel 0.9! ( a melhor para a aula de Meios de Expressão!)
- A laranja (algumas laranjas, a melhor fruta para mim)
- A banana (quando maduras, a 5° melhor fruta para mim)
- O abacaxi ( a melhor fruta para muitos, mas em mim causa afta)
- Maracujáá (matéria-prima do melhor mouse, parei com frutas!)
- A moeda de 1 real ( a melhor entre as moedas)
- A gema do ovo (segundo meu pai é nela onde fica todas as proteínas)
- Os girassóis (matéria-prima de muitos produtos e sua semente torradinha é uma delícia, Hamtaro?)
- Os Simpsons!
E por aí vai, talvez Van Gogh não tivesse tempo para pensar em todas essas babaquices, talvez ele tenha escolhido amarelo, por uma mera questão de gosto, e gosto se discute, aí sim ele poderia argumentar citando algum trecho desta postagem inútil, rs.
Tenho que comprar mais roupas amarelas, por enquanto só tenho um shorts e a camiseta do terceirão que às vezes uso para dormir.


Número Um

Bom dia gente, começarei hoje a minha primeira postagem! Já venho há alguns dias pensando em criar um blog e só agora tomei coragem. Idéias nunca me faltaram (oh!), mas sempre que penso em escrever algo, começo e não termino, ou ainda pior, às vezes nem começo. Vamos ver no que vai dar.
Sempre gostei de ler blogs, e ontem um em especial, me chamou atenção, chama-se Lamparina Acesa (www.lamparinaacesa.blogspot.com) da Fabiula Bravo (olha o mershan!), um blog que gostei muito. Talvez o que mais me agrada em blogs é a liberdade de expressão, as opiniões adversas que nos deparamos.
"Os blogueiros são heróis, tornam a web muito mais interessante, sem páginas High Tech" - por mim mesmo (rsrs)

Do Nome.
Por que será Limpeza de Salão!? Alguém arrisca? (kkk)
Na verdade era pra ser Limpando o Salão, mas não sei porquê, este já não estava mais disponível.
Então, sempre achei interessante, frases, piadas, pensamentos de um, dois, três ou até mais sentidos. Daqueles que ficam à critério do leitor.
Então você tem o livre arbítrio de pensar o que quiser sobre o título, mas irei facilitar citando algumas possíveis justificativas:
1 - Quando alguém está tirando etcétera (uma catota) do nariz, geralmente vem um indivíduo e pergunta: - Vai ter festa hoje!?
Daí o cara responde: - Não!
E o indivíduo ainda contesta: - Então por que tá limpando o salão!? (rsrs)

2 - Para os baladeiros de plantão, sabem o estado em que fica os salões das festas e o quão é difícil limpá-los.

3 - E uma ainda mais filosófica, uma limpeza através da escrita, nesta sujeira em que jaz o mundo.

Se você pensou em alguma justificativa que não se relaciona com as três anteriormente citadas, compartilhe com a gente, comente! Olha lá hein, não vá me zuar.